Ministro diz que o principal problema da saúde no Brasil é a falta de médicos

04/04/2013 09:55
 
Foto: ABr
Ministro da Saúde, Alexandre Padilha

O ministro da Saúde, Alexandre Padilha, disse há pouco que o desafio mais crítico da saúde pública no Brasil, atualmente, é a falta de médicos. "Não se faz saúde sem médico perto da população e formado com qualidade."

Segundo ele, a média no País é de 1,8 médicos por mil habitantes. Na Inglaterra, que tem o segundo maior sistema público de saúde após o Brasil, são 2,7 médicos por mil habitantes, com meta de chegar a 3,2 nos próximos 10 anos.

Padilha defendeu a contratação de médicos estrangeiros, como fazem vários países. “Sair de 1,8 para 2,7 demora 20 anos", estimou o ministro.

Além de aumentar a quantidade de médicos, o ministro disse que é preciso ampliar o número de vagas em locais onde há maior necessidade.

Ele lembrou que o governo  já vem adotando medidas nesse sentido, como o desconto na dívida do Fies para quem trabalhar optar pelo SUS em áreas mais carentes ou se formar em especialidades com maior demanda.

http://www.tribunadabahia.com.br/2013/04/03/ministro-diz-que-principal-problema-da-saude-no-brasil-a-falta-de-medicos