Nova safra da cana-de-açúcar deve fazer preço do álcool cair nos postos

03/05/2013 08:52

O governo reduziu o PIS e a Cofins sobre o etanol, mas a queda para o consumidor foi pequena. Com a nova safra, o preço deve melhorar.

 
 
 
 
 
 
 

Com a nova safra da cana-de-açúcar, o preço do álcool nos postos deve começar a cair este mês. Por enquanto, isso é só uma promessa. Caiu só um pouquinho, mas deve diminuir mais nos próximos dias. Por enquanto, ainda é preciso fazer conta para saber se o etanol vale a pena.

O consumidor está de olho nos preços. Antes de decidir, faz as contas: “Pelo custo benefício a gasolina compensa mais”, diz um motorista.

“O álcool não está compensando. Está muito caro”, afirma um motorista.

O governo reduziu a alíquota do PIS e da Cofins sobre o etanol. Com imposto menor, o preço na refinaria teve uma boa queda, mas nos postos a redução foi menor.

“Nas usinas foram quase R$ 0,15. Nós recebemos em torno de quatro a cinco centavos”, afirma José Alberto Gouveia, do Sindicato Varejista de Derivados de Petróleo.

O preço do litro de álcool deve começar a melhorar para o consumidor a partir deste mês. Está entrando a nova safra, e esse ano os usineiros comemoram uma recuperação na produção.

Uma pesquisa da ANP - a Agência Nacional do Petróleo - mostra que o preço médio ao consumidor do álcool chega a R$ 2,643 no Acre e em Roraima, 34% mais caro do que no estado de São Paulo, que tem o litro mais barato do país: R$ 1,973.

Para o álcool ser mais competitivo do que a gasolina, o consultor diz que é preciso mais investimento. “Do ponto de vista do consumidor, o que a gente precisa é um aumento da produção de álcool. Ou seja, o etanol ser capaz de acompanhar o aumento da demanda, de veículos leves por gasolina mais álcool”, afirma André Nasser.

Por enquanto, quem movimenta o mercado de etanol nos postos são os consumidores que preferem abrir mão da diferença de preço por uma boa razão. “Às vezes não compensa, mas eu prefiro partir pelo ecológico mesmo”, afirma a enfermeira Camila Ferreira.

O Ministério de Minas e Energia afirma que está trabalhando justamente para viabilizar os investimentos que o nosso consultor pediu. Entre as medidas já adotadas está a redução de alguns impostos.

http://g1.globo.com/bom-dia-brasil/noticia/2013/05/nova-safra-da-cana-de-acucar-deve-fazer-preco-do-alcool-cair-nos-postos.html