Novas ambulâncias do Samu começam a circular na próxima semana em Campina Grande

21/04/2013 11:19

As três ambulâncias do Serviço de Atendimento Médico de Urgência - SAMU, adquiridas este mês pela Prefeitura Municipal de Campina Grande, vão começar a atender a população a partir da próxima semana. O anúncio foi feito na noite desta sexta-feira (19) pelo prefeito Romero Rodrigues e pela secretária de Saúde, Lúcia Derks, durante uma reunião com os todos os motoristas que fazem o transporte sanitário no município, realizada no auditório do Corpo de Bombeiros.

As ambulâncias foram entregues à Secretaria Municipal de Saúde no último dia 10, mas estavam aguardando a finalização do processo de emplacamento e contratação do serviço de seguro para começar a circular.

De acordo com a Secretaria de Saúde, as ambulâncias são do tipo USB (Unidade de Suporte Básico) e atenderão os casos de urgência e emergência de menor complexidade. Elas foram adaptadas com equipamentos para remoção de pacientes, oxigênio, ambulatórios adulto e infantil e materiais para procedimentos básicos de enfermagem.

Os veículos vão substituir as unidades móveis mais antigas, que serão utilizadas como reserva técnica do SAMU, que atualmente conta com dez ambulâncias, sendo três delas para o suporte avançado e sete para o suporte básico.

TRANSPORTE SANITÁRIO - No encontro com os motoristas, Romero também fez um balanço das melhorias realizadas no setor de transporte sanitário do município nos primeiros três meses do ano. Segundo levantamento do setor, cerca de 1.300 pacientes foram transportados de seus domicílios para realizar tratamento médico em centros de referência em saúde de João Pessoa, Recife e Natal.

Outros 146 usuários que necessitam fazer fisioterapia nos serviços municipais também estão sendo atendidos pelo setor, assim como os pacientes que fazem tratamento contra o câncer no Hospital da FAP e hemodiálise, além da locomoção das crianças e adolescentes com necessidades especiais para instituições sociais do município.

Após a apresentação dos dados, Romero pediu aos motoristas empenho para desenvolver um trabalho humanizado no transporte de pacientes. “Na maioria das vezes, antes mesmo do atendimento médico, o motorista acaba sendo o primeiro contato do paciente com o serviço de saúde, por isso é preciso atender com muita dedicação estas pessoas, que estão passando por um momento de dor, para tentar minimizar o máximo o seu sofrimento”,ponderou.

http://www.paraiba.com.br/2013/04/20/05990-novas-ambulancias-do-samu-comecam-a-circular-na-proxima-semana-em-campina-grande